Mais um grande dia

Que grande gozo tem sido esta exploração dos lugares de origem de Portugal e das famílias secretas que serviram o propósito de manter a retaguarda bem firme e a coberto! É com cada surpresa!

Logo do primeira vez que por aqui andei com esse propósito, nessa altura na companhia de um bom amigo também desta região Transmontana, pudemos comprovar como a toponímia é certeira e como raramente nos enganamos. Lugares com nomes associados à Alquimia têm uma anormal ocorrência de ermidas e capelas dedicadas a Santa Bárbara. Já São João está associado a inúmeros locais onde se encontram traços da Ordem do Templo. Há que estar atento, claro. Nem sempre o nome se manteve inalterado a centenas de anos de uso. Por vezes há que conhecer as regras da Cabala fonética, para soltar o que se esconde por detrás de topónimos aparentemente normais, como Carrazeda, Mogadouro e Argozelo, entre outros. Mas há aqueles que resistem a qualquer tentativa de descodificação. O que dizer de Lamas de Orelhão, por exemplo?

Esta terceira recolha que faço destina-se a dar mais solidez à minha Conferência de dia 22 de Maio na Comunidade Portuguesa de Eubiose, no Algueirão (Sintra). Peço aos meus amigos que não faltem. Prometo não defraudar as espectativas. Creio que será uma tarde muito interessante. Afinal, não somos só Tomar, a Batalha ou Fátima!

(na foto: entrada no Castelo Templário de Algoso)

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s